2015/07/28



baby:
o elo se desfez depois que os pombos se serviram das migalhas lançadas pelo caminho.

2015/07/25




baby:
não se faça de bobo. o amor será sempre o encontro de duas vontades.

2015/07/22



dear:
a ingenuidade reside na infância de adultos também.

2015/07/20




baby:
provisório, mas de verdade. pena que você nunca reconheceu.

2015/07/18



baby:
merda jamais foi escolha minha.

2015/07/15


baby:
sim, estou pronta. porque vai passar. a vida pede movimento - e passagem. até a próxima paragem.

2015/07/12


dear:
a estranheza do déjà vu não passa de filme antigo. desses que um dia ocuparam fitas vhs.

2015/07/09


baby:
não insista. a covardia está banida deste roteiro.

2015/07/06


baby:
não desejo ser dona de escolhas que não as minhas.

2015/07/04




baby:
alguns simplesmente (es)colhem uma vida organizada e sem surpresa. e morrem com ela.

2015/07/01



baby:
não há do que fugir. ou seria de quem? felizmente, não sou uma estátua. e, ao contrário de você, busco a verdade que os olhos não veem.