2013/05/29

baby:
meus dias são preenchidos pelo que a imaginação é capaz de criar. e, com você, ela se tornou mais fértil — e profana.

2013/05/24


baby:
você sabe que, cara a cara, fica difícil fugir. por isso, a negativa. só quero o seu melhor — para mim — todos os dias.

2013/05/22


baby:
aprendi a controlar as palavras, mas não respondo pelo que o coração quer.

2013/05/20

baby:
jamais pedi nada que pudesse descapitalizar você. sua riqueza, pra mim, sempre foi outra.

2013/05/16


baby:
achei que fosse merecer pelo menos um ímã de geladeira — resgatado do fundo da mala.

2013/05/11



baby:
não entendo por que você nunca está quando eu volto pra casa.

2013/05/08

baby:
filhos de iansã precisam de movimento. por isso, abandonei aquela vida parada, de esperas que não levavam a nada. o silêncio é só uma forma de respeitar a velha distância que sempre existiu entre nós — porque você quis. e que, agora, eu resolvi enxergar.

2013/05/04


baby:
prefiro a doçura de ser saudade.
feliz aniversário.