2013/03/15

baby:
teu silêncio é confessional. revela muito mais do que imaginas. a saudade que não vai embora. o apego pelo que ficou não dito. a vontade de ouvir o que o riso guardou.

0 Comments:

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

<< Home