2012/02/15

dear:
não houve um dia, nesse intervalo todo em que não nos vimos e não nos tocamos e não nos sentimos, em que não pensei nele. em que não fiquei imaginando onde estaria e com quem — apesar de saber. preferiu outra cama, outra mesa, outro porto — em que eu não estava.

0 Comments:

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

<< Home