2011/12/11

baby:
fico mole perto de ti.
por isso, me desencorajo,
guardando certas verdades.
nada que impeça que a vida prossiga
— ou se interrompa de vez.
porque eu juro que não entendo as tuas escolhas — e ficar de fora delas tem me matado aos poucos, junto com o tempo que parece me restar [e eu nem sequer
aprendi a contar].

0 Comments:

Post a Comment

Subscribe to Post Comments [Atom]

<< Home