2007/04/28

baby:
queria entender o que faz um coração querer outro coração entre tantos corações — embora reconheça a impossibilidade de qualquer raciocínio a respeito. de nada adiantaria cotejar razão e emoção. a magia da vida reside no mistério, na fluidez com que as emoções se desvelam [na leveza do encaixe de dois corpos nus].

desejo de neutralizar teu coração. cicatrizar mágoas, feridas, atropelos indevidos, pra, quem sabe, morar nele. cansei de viver da saudade de colar em você. quero mesmo é guardar teu cheiro dentro, dentro de mim.

2007/04/22

bon anniversaire

little dear:
medições, balanços, planos, ressonâncias. aniversário tem dessas coisas. sem falar naqueles dizeres de sempre [frases feitas. desejos ditos da boca pra fora, sem passar pelo coração].
mais que pelo arco-íris que o horizonte desenhou, a alegria da ocasião talvez esteja apenas na possibilidade de ampliar o repertório da lembrança. pra reviver tudo outra vez. basta respirar fundo e fechar os olhos para a memória dar conta de exibir o que o coração faz questão de guardar. e pôr no repeat.

desejo de abraçar você com toda minha ternura. brincar de balanço, enquanto você me fotografa de trás do muro, escondido, com tua íris blue sky, e eu finjo não perceber. olhadelas furtivas? amo cada uma delas... antes de ir, deixo meus cumprimentos. e como os beijos vêm a calhar também, fique com todos pra você.
os que já dei e aqueles que ainda quero dar. tintim.